Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
Pesquisador esclarece presença de tubarões nos rios da Amazônia

Pesquisador esclarece presença de tubarões nos rios da Amazônia

Imagine o seguinte cenário: você está navegando em um barco pelos rios da Amazônia quando um tubarão aparece na sua frente. Isso mesmo, um tubarão. Recentemente, várias páginas publicaram um vídeo onde duas pessoas em uma canoa encontram um tubarão no que parece ser um rio.

A origem do vídeo ainda não foi confirmada (até o momento desta publicação), mas nos comentários os internautas começaram um debate sobre a possibilidade de um tubarão nadar em um igarapé, canais de água comuns na região amazônica, em função do conteúdo do vídeo.

De acordo com o pesquisador da Coordenação de Biodiversidade do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA), Jansen Zuanon, a presença de tubarões na Amazônia já é registrada há mais de 40 anos. “Em 1982, no laboratório de zoologia da Unesp, em São José do Rio Preto (SP), havia tubarões empalhados. Eles tinham sido enviados de um frigorífico da região amazônica”, revelou ao Portal Amazônia.

No início dos anos 90, houve um registro de um tubarão que foi pescado em frente a Manaus (AM). Sete anos depois, outro exemplar de tubarão com mais de dois metros foi capturado na região de Itacoatiara. Esse último, que se tratava de um tubarão cabeça chata, acabou sendo enviado para o Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa).

“O tubarão foi usado para fazer experiências de curtimento. Existem registros dessa espécie de tubarão até em Iquitos, no Peru. Os animais sobem os rios amazônicos aparentemente seguindo cardumes de presas e ficam em água doce durante bastante tempo. Podem inclusive parir em água doce”, destacou Zuanon.

O especialista nas áreas de Ecologia e Taxonomia de Peixes de Água Doce destaca ainda que algumas espécies de tubarões podem viver em água doce e ocasionalmente ser encontradas em rios. Um exemplo é o tubarão-touro, também conhecido como tubarão-do-rio.

Leia também: Estratégia de sobrevivência: conheça a espécie de tubarão que consegue viver em rio na Amazônia

Ainda segundo a apuração dos pesquisadores, os animais não se estabelecem em populações. São comumente encontrados isolados. Existem, por exemplo, registros de tubarões que ficaram presos em lagos artificiais de hidrelétricas.

“Tubarão na Amazônia é uma realidade, mas é um registro raro, assim, um ou outro indivíduo que é observado. Um outro detalhe interessante é que é bem provável que eles estejam por aí (pelos rios), mas a gente não os veja”, explicou.

Em 2005, durante a seca histórica que assolou a região amazônica, um pesquisador que estudava moluscos na região do Catalão, em frente a Manaus, teve uma surpresa. “Ele procurava conchas desses animais, então ele estava olhando para o chão, procurando coisas brancas e achou dentes de tubarão”, contou Zuanon.

Para o pesquisador, o que mais assusta os internautas é assistir aos vídeos que mostram a presença dos animais nos rios e igarapés da Amazônia. “Apesar de casos isolados, as pessoas têm a facilidade de registrar esses encontros. Por isso, todo o cuidado é pouco na hora de lidar com os tubarões”, orientou.

O vídeo chamou muito a atenção dos internautas e diversas análises e suposições foram feitas. Quem também deu uma resposta aos curiosos foi o biólogo Sérgio Rangel, que comentou a aparição com outros dados:



As informações apresentadas neste post foram reproduzidas do Portal Amazônia e são de total responsabilidade do autor.
Ver post do Autor

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn

Postes Recentes

FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO

Redes Sociais: