Suspeito de assassinato do presidente do Haiti morre de complicações do coronavírus

Suspeito de assassinato do presidente do Haiti morre de complicações do coronavírus
Por Brasil 247

Gilbert Dragon, ex-comissário de polícia de 52 anos, morreu de parada cardíaca. Em agosto, a Polícia Nacional Haitiana disse em um relatório que Dragon esteve em contato com outros suspeitos na noite do assassinato de Moise, em 7 de julho, e que participou de reuniões para planejar o crime




Deixe uma resposta