Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
Por que os olhos das cabras têm um formato tão estranho?

Por que os olhos das cabras têm um formato tão estranho?

Não bastasse se fingir de morta em posições estranhíssimas quando se assusta, nem gritar de forma desesperada, as cabras ainda têm outra característica singular: os olhos. 

Além dos olhos bem separados, comum a animais ruminantes, as cabras têm uma pupila atípica, em formato horizontal. Mas todas essas características têm objetivos importantes para garantir a sobrevivência do animal na escala evolutiva.

Visão e cadeia alimentar

(Fonte: Getty Images)

Um estudo liderado por Martin S. Banks, publicado na revista Science Advances, analisou mais de 214 espécies e relacionou a importância da visão dos animais com seu lugar na cadeia alimentar. A pesquisa encontrou uma clara relação entre a forma das pupilas e o papel ecológico desses animais. Herbívoros, que costumam ser presas, costumam ter pupilas horizontais, enquanto predadores apresentam pupilas verticais.

Isso sugere que a forma da pupila confere alguma vantagem aos animais, sejam eles caçados ou caçadores. No caso dos herbívoros, os olhos ficam atentos a qualquer perigo que possa lhe rondar, independente da direção. Além disso, as pupilas horizontais fornecem uma visão panorâmica, favorecendo a busca por alimento nos pastos.

Outro fator interessante deste tipo de estratégia ocular permite uma melhor absorção da luz refletida pelo solo, ao mesmo tempo que evita a luz ofuscante do céu. Assim, mesmo quando estão pastando, as cabras e outros animais similares rotacionam os olhos para alinhá-los ao solo, podendo ficar atentos a qualquer risco eminente.

Portanto, animais como cabras, herbívoros, de porte médio a grande e terrestre, são beneficiados por este formato de visão. Com isso, podem sempre se manter alertas e recorrer ao seu principal meio de sobrevivência, a fuga.

Por que as cabras se fingem de mortas?

Cabra em estado de miotonia. (Fonte: Wikimedia Commons)Cabra em estado de miotonia. (Fonte: Wikimedia Commons)

De vez em quando, cenas de cabras se fingindo de mortas ao se assustarem tomam as redes sociais. O comportamento, porém, não é um mecanismo de defesa dessa espécie, como em algumas outras.

O desmaio só foi notado por produtores no século XIX, e parece estar ligado a um erro genético. Chamada de miotonia, essa condição provoca extrema rigidez de alguns músculos após um susto. A paralisia dura cerca de dez segundos e não é comum a todas as cabras.

E os olhos dos predadores?

(Fonte: Getty Images)(Fonte: Getty Images)

Ao contrário dos herbívoros, predadores menores, como gatos e cobras, se beneficiam das pupilas verticais. Elas permitem uma melhor medição de distância, facilitando ataques furtivos e rápidos à presas e outros objetos. Alguns predadores maiores, como grandes felinos e lobos, possuem pupilas redondas, que facilitam a perseguição das presas ao invés de ataques rápidos e inesperados.

O estudo citado teve uma amostragem bem pequena em relação a toda variedade de tipos de visões existentes. Além de focar em animais terrestres, tipos mais incomuns, como pupilas em forma de “w”, de meia-lua, de coração e outras variações, não foram analisadas.

As informações apresentadas neste post foram reproduzidas do Site Mega Curioso e são de total responsabilidade do autor.
Ver post do Autor

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn

Postes Recentes

FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO

Redes Sociais: