Parada LGBTQIA+ volta às ruas de Belo Horizonte no domingo, depois de dois anos

Parada LGBTQIA+ volta às ruas de Belo Horizonte no domingo, depois de dois anos
Ver no Brasil de Fato

Após dois anos sem tomar as ruas da capital mineira, devido a pandemia de covid-19, a Parada do Orgulho LGBTI+ de Belo Horizonte acontece no próximo domingo (6). Com o tema “Orgulho de ser. Resistir para vencer”, a 23ª edição da manifestação político-cultural homenageia os 20 anos do Centro de Luta pela Livre Orientação Sexual de Minas Gerais (Cellos), entidade que organiza o evento na cidade.

O público é convidado a se concentrar, a partir das 11h, na Praça da Estação, no Centro da cidade. Ao longo do dia, a programação conta com apresentações artísticas e culturais, além de manifestações políticas. A partir das 16h, haverá uma caminhada até a Praça Raul Soares, onde os participantes farão uma “ocupação pela cidadania”.

:: Receba notícias de Minas Gerais no seu Whatsapp. Clique aqui ::

“A Parada existe para celebrar o orgulho e a resistência. É um ato de militância, é uma demonstração de que a cidade é para todas as pessoas e, por isso, ocupamos e reivindicamos esse direito de viver com cidadania, direitos e segurança. Em sua 23ª edição, a Parada de BH reafirma que nossos corpos são políticos, nossos amores legítimos e nossos direitos necessários”, conta Cleiton Lopes, presidente do Cellos.

Para a organização, o momento será de festa, alegria e de colocar no centro do debate as necessidades e pautas da comunidade LGBTI+. Neste ano, a Parada também homenageia duas militantes históricas da luta pela diversidade sexual e de gênero na capital mineira, Rhany Mercês e Anyky Lima.

“As duas partiram no último ano nos alertando para o olhar necessário e especial à população T (travestis, transexuais, transgêneros), preta e periférica”, conta Cleiton.

:: Leia mais notícias do Brasil de Fato MG. Clique aqui ::

Entre os confirmados para o evento, que será apresentado por cinco drag queens, estão as e os artistas da capital e da Região Metropolitana Absurda, Evellyn Loren, Amanda Parllatory, Angel San, Aysla Pirv, Becky, Dança Pose, DJ Eloá Procópio, DJ WLouis, DJ Marcelo Loop, Eleganza, Gabe freitas, Gabriel Fernadez e Angels Heels, Jéssica Teles, Joana, Kharen Moore, Loo-pez, Mellody Queen, Nathally Melnick, Richard Santos, Nickary Aycker, Nega Jackie, Paola Venturyni, Power Dance, Priscylla Klum, Rafael Ventura, Samba do Queixinho, Safira e Polaris, Skato, Spencer Belucci, Sthephanny di Monaco, Suburbia Freedon, Thawanny Spancer, Wandera Jones, Well Esteves.

Esquerda  News Gostaríamos de mostrar notificações para as últimas notícias e atualizações.
Dismiss
Allow Notifications