Meus tempos de criança nos seringais do Rio Muru

Meus tempos de criança nos seringais do Rio Muru
Ver no site da Revista Xapuri

Meus tempos de criança nos seringais do Rio Muru Febre e Promessa no Currimboque: Ainda na colocação Currimboque, promessa feita, dádiva recebida e sacrifício pago… Num daqueles ‘dias de branco’ –  como costumavam dizer os seringueiros adultos – , saí para cortar minha estrada de seringa, São José ‘de cima’ (lembrem-se disso: toda estrada tem seu próprio nome) e no decorrer do trabalho, naquele dia, adquiri uma febre fortíssima. Por Txai Antônio Macêdo Ocorre que eu havia passado por baixo […]

O post Meus tempos de criança nos seringais do Rio Muru apareceu primeiro em xapuri.info.

Deixe seu comentário