Haddad participa de encontro para discutir projeto popular para o Brasil nesta quarta (17)

Haddad participa de encontro para discutir projeto popular para o Brasil nesta quarta (17)
Por Brasil de Fato

Nesta quarta-feira (17), ocorre o último encontro do curso Dilemas da Sociedade Brasileira, sobre o tema Projeto Popular para o Brasil, com o ex-Prefeito da cidade de São Paulo e ex-ministro da Educação, Fernando Haddad, Olívia Carolino, da Coordenação Nacional do Projeto Brasil Popular e pesquisadora do Instituto Tricontinental, e Juliano Medeiros, presidente nacional do PSOL. O encontro contará também com comentários de Eduardo Moreira, do Instituto Conhecimento Liberta. 

O último debate começa às 19h e será transmitido online pelo canal no Youtube do Projeto Brasil Popular.

Segundo Teresa Maia, uma das coordenadoras, foram mais de duas mil pessoas inscritas no curso. Apesar de as inscrições terem sido encerradas em 20 de setembro, as aulas são transmitidas pelo YouTube das organizações que promovem os encontros e, portanto, são abertas ao público. 

A iniciativa é do Projeto Brasil Popular, da Escola Nacional Florestan Fernandes, da Escola Nacional Paulo Freire, do Instituto Tricontinental e do Instituto Conhecimento Liberta. O curso teve nove encontros semanais, sempre às 19 horas e com emissão de certificado ao final das atividades para os inscritos.

:: A luta contra a carestia não é de hoje, nem a resistência popular ::  

Nas palavras de Maia, o curso está conseguindo “construir uma interpretação coletiva dessa crise que o Brasil vem passando e que afeta tanto a vida do povo brasileiro. A gente está vivendo um momento em que estão sendo combinadas várias crises, econômica, social, política, ambiental, que se aprofundou muito nos últimos anos, a crise sanitária e também uma crise de valores”.

Nesse sentido, a coordenadora afirma que as interpretações e soluções coletivas para esse conjunto de crises vêm sendo trabalhadas a partir de alguns princípios, como os de solidariedade, justiça social, combate à desigualdade, soberania nacional e popular. 

:: Bolsonarismo tem raízes em um Brasil construído à margem do Estado, afirmam pesquisadores ::

“Esse curso tem como ideia animar as pessoas para esse debate de projeto nacional e popular que seja construído pelo povo brasileiro e que o povo transforme o Brasil em um país melhor para todos. A gente sabe que isso só vai ser feito com muita luta e reflexão conjunta, juntando todas as nossas ideias e forças para tornar esse projeto popular possível.”

Deixe seu comentário