Enem e os ataques do desgoverno Bolsonaro à Educação

Enem e os ataques do desgoverno Bolsonaro à Educação
Por Brasil 247

Com baixa adesão ao ENEM, o governo Bolsonaro permanece inerte ao aumento da desigualdade e da elitização nas universidades

O primeiro dia da prova do Enem 2021 revelou dados alarmantes. Mais de um quarto dos inscritos não compareceram no exame nacional. A ausência de 26% dos candidatos nas provas de linguagens, ciências humanas e redação ocorreu na edição da avaliação que já tem o número mais baixo de estudantes desde 2005. Em comparação com 2020, o número de inscritos foi  41% menor que o ano anterior.

Deixe uma resposta