Depois de golpear Dilma, Temer defende golpe contra Lula e quer “semipresidencialismo” aprovado antes das eleições

Depois de golpear Dilma, Temer defende golpe contra Lula e quer “semipresidencialismo” aprovado antes das eleições

Por Brasil 247

“Você tem partidos que apoiam o seu governo. Mas, na hora da votação, metade vota a favor e metade vota contra”, disse Michel Temer, que vê tempo hábil para o Congresso aprovar o projeto até março do ano que vem. O emedebista foi responsável direto pelo golpe contra Dilma e agora defende uma proposta que traz consequências para Lula, líder em todas as pesquisas




Deixe seu comentário